Início > Águas de São Pedro, Meio Ambiente, Represa das Palmeiras – Parte 1 > REPRESA DAS PALMEIRAS PEDE SOCORRO (DE NOVO)

REPRESA DAS PALMEIRAS PEDE SOCORRO (DE NOVO)

4 de dezembro de 2011 Deixe um comentário Go to comments

Há pouco mais de um ano desde a sua última limpeza, a Represa das Palmeiras de Águas de São Pedro volta a apresentar superpopulação de Aguapés. Em tempos em que a Renovação do Contrato entre o Município de Águas de São Pedro e a Sabesp está em pauta na Câmara de Vereadores e na mídia local, é importante que a população se envolva e cobrem ações imediatas, permanentes e sustentáveis.

Havia um projeto deste blog de escrever sobre o assunto no final de 2009, conforme o link Represa das Palmeiras – Parte 1 , mas não estou encontrando tempo. Quem sabe consiga alguma ajuda. Aceito ideias e sugestões.

Abraço,

Cantidio B. Netto

Seguem abaixo fotos tiradas sábado (03/12/2011) pela manhã:

Represa Palmeiras - Águas de São Pedro/SP 03/12/2011

Represa Palmeiras - Águas de São Pedro/SP 03/12/2011

Represa Palmeiras - Águas de São Pedro/SP 03/12/2011

Represa Palmeiras - Águas de São Pedro/SP 03/12/2011

Anúncios
  1. N. Benfatti
    4 de dezembro de 2011 às 09:56

    Olá Netto,

    Todos os dias caminho pelas margens da represa e com a entrada da primavera novamente voltaram os aguapes e outras plantas aquaticas. Também aumentou consideravelmente o numero de aves aquaticas e de aves( + de 500 garças do boi) que usam a mata da margem para dormir. Também tenho visto capivaras, algumas aves domesticas e principalmente a invasão das margens do lado de Aguas, por construções, entulhos, pão amanhecido que um morador da cidade joga para alimentar peixes, lixo deixado pelos turistas, alem de cerca de uma centena de gatos.

    Com tanta materia organica alimentado os aguapes, o crescimento é rápido.

    Com todos este problemas entendo que à SABESP cabe apenas evitar que algum esgoto seja despejado no lago.

    O restante dos problemas devem ser resolvidos pela Prefeitura e pela comunidade.

    Como a lagoa é propriedade particular e o dono afirmou que não vai gastar novamente para retirar as plantas, acredito que é melhor deixar o meio ambiente seguir seu caminho!

    N. Benfatti

    • 4 de dezembro de 2011 às 11:14

      Olá,
      Concordo com você. Temos que deixar o Meio Ambiente seguir seu caminho naturalmente. O que está acontecendo com a represa é que o “homem” está acelerando seu processo de eutrofização (envelhecimento natural).
      É necessário um Plano de Manejo. Os aguapés, se controlados, são extremamente benéficos para o lago.

      O problema só será da Sabesp se for comprovado algum ponto de emissão de esgoto e/ou lançamento de esgoto na rede de águas pluviais. Fora isso, o problema pode ser do poder público por não fiscalizar ou permitir loteamentos sem qualquer tipo de cuidado com áreas frágeis e importantes para a represa, do cidadão comum que oferece alimentação fácil aos animais que ali habitam sem saber que isso pode ocasionar o desequilíbrio deste ecossistema

      Muito obrigado pela visita.
      Um abraço!

  2. N. Benfatti
    6 de fevereiro de 2012 às 10:07

    Complementando nossa conversa sobre a lagoa das Palmeira aqui em Aguas de Sao Pedro, aqui vai uma sugestão para o dono da área torna-la uma fonte de receita, transformando-a num parque aquatico.

    Veja o link para Jardins filtrantes:
    http://g1.globo.com/platb/globo-news-cidades-e-solucoes/tag/jardins-filtrantes/

  3. 20 de fevereiro de 2012 às 19:20

    um absurdo, deveriamos colocar uma placa HOTEL JERUBIAÇABA CONSERVA ESSA LAGOA

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: